Acupuntura – Origem e Benefícios

Uma das nações que mais contribuíram para aumentar nossa qualidade de vida nos dias de hoje, é a China, que por milênios vem demonstrando ao mundo suas inovações em vários campos, sendo muito reverenciada principalmente, na área da medicina. Uma das grandes heranças culturais e medicinais, é a acupuntura, pertencente a famosa e tradicional medicina chinesa. A acupuntura torna-se cada vez mais reconhecida e respeitada, mundialmente nos tempos de hoje, e aqui no Brasil pode ser praticada com muita estrutura, contando com diversas clínicas e excelentes profissionais graduados. Saúde é a energia interna do organismo, equilibrada e em harmonia com as energias do ambiente. Quando essa harmonia está presente e em equilíbrio, não existem dores nem doenças. Acupuntura é justamente a técnica médica que equilibra e harmoniza a energia interna do organismo com as energias do ambiente, por isso, a utilização da acupuntura é benéfica para tratar dores e doenças, e principalmente, agir de forma holística e preventiva. Estresse e insônia, por exemplo, são sintomas que podem ocasionar doenças graves se não forem tratados de forma eficaz, e a acupuntura pode curar ou amenizar esses sintomas. Para a Medicina Tradicional Chinesa, corpo e mente são inseparáveis. Por isso, um dos aspectos fundamentais da acupuntura é que ela, de fato, investiga e inspeciona o paciente. A acupuntura parte desse princípio de diagnóstico: observar a face, a língua, os olhos, a cor da pele, a voz, a postura, secreções e excreções para entender as mudanças patológicas dos órgãos internos. Hoje em dia, a acupuntura pode ser utilizada para a estética, estimulando a produção de colágeno e elastina, e aumentando o fluxo de energia e sangue para o rosto. A acupuntura é uma técnica que pode ser usada para reforçar o sistema imunológico, além de tratamentos de problemas e doenças como por exemplo: problemas na boca, como dor após extração de dente, gengivite ou faringite; doenças respiratórias como sinusite, rinite, resfriado comum, asma ou bronquite; doenças oftalmológicas como conjuntivite, catarata ou miopia em crianças; problemas neurológicos como dor de cabeça ou enxaqueca; distúrbios de sono como insônia, entre muitos outros problemas de saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *